domingo, 5 de setembro de 2010

Meu samba triste




É tudo que eu tenho,minhas tristezas se tornam dinheiro
então vou vender meu samba triste,ficar rico e ser querido,
vou estar vazio por dentro
mas vou comprar o que sempre quis.
vou estar sozinho nas noites escuras
mas vou comprar o que sempre quis.
Meu samba pobre,sem amor,mas sendo um samba raro
vai tocar no coração dos suicidas aqueles que eu tiro chapéu de fazer algo que eu nem me atrevo tentar.
Vou ficar velho e não terei netos,meu samba será filho único.
E numa mesa de bar,em plena sexta de branco,vou engasgar com o liquido que me acompanhou
esse tempo todo. E assim ter fim esse samba,pra que alguém que tenha um pingo de compaixão
de antes atualizar essa página me faça um final feliz.

Um comentário:

Fabrício disse...

Poxa, e termina assim?

Triste, ^^


Um abraço